Partilhar

Contadores Inteligentes

Os contadores inteligentes foram desenvolvidos com o principal objetivo de acabar com as estimativas nas faturas de eletricidade pelo facto de permitirem que a comunicação de leituras ao Operador de Rede de Distribuição (ORD) seja feita de forma remota e automática (designada por telecontagem).

Adicionalmente ao trazerem muitas outras mudanças favoráveis para os consumidores, podem ter um impacto significativo na rede nacional de energia, dado que possibilitam uma gestão mais eficiente na produção e distribuição de energia e consequentemente, na redução de carbono emitido.

A instalação destes contadores é da responsabilidade do ORD, sob supervisão da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE). Na maioria dos concelhos o ORD é desempenhado pela EDP Distribuição.   

Como saber se já possui um contador inteligente de eletricidade em sua casa? 

Os contadores inteligentes de eletricidade têm sido instalados por todo o país, mas deverá ter em atenção, se ainda não recebeu uma SMS por parte da EDP Distribuição a indicar que o seu equipamento já se encontra em funcionamento, deve continuar a comunicar mensalmente as leituras do seu contador. 

Contador sem telecontagem

Contador com telecontagem

ATUALMENTE JÁ FORAM INSTALADOS UM MILHÃO DE CONTADORES DE ÚLTIMA GERAÇÃO E PREVÊ-SE QUE ATÉ AO FINAL DE 2022 SEJAM INSTALADOS CONTADORES EM TODAS AS INSTALAÇÕES, DE ACORDO COM A INFORMAÇÃO DA EDP DISTRIBUIÇÃO, SA.

No caso da eletricidade, os ORD devem efetuar as leituras nos locais de consumo com um intervalo entre as duas leituras não superior a 3 meses e no caso do gás natural a 2 meses. 

 

Dado que por vezes é impossível o acesso a alguns contadores, quando por exemplo o contador está instalado no interior da habitação ou de prédios, é importante informar que se após uma tentativa de leitura não for possível efetuar o registo, poderá ter o seu fornecimento interrompido. De acordo com o n.º 2 do artigo 269.º do Regulamento de Relações Comerciais (RRC) de 2017, publicado pela ERSE, se uma instalação se encontra à 6 meses consecutivos sem registo de uma leitura no caso da eletricidade e à 2 meses no caso do gás natural, o ORD deverá promover a realização de uma leitura extraordinária com o pagamento por parte do cliente. Na impossibilidade de acordo com o cliente e do serviço e após uma notificação prévia, o cliente poderá ter o seu fornecimento interrompido. 

Quais são as vantagens de ter este contador na sua habitação? 

  • Em operação, os contadores inteligentes permitem a comunicação de leituras remotamente e automaticamente ao ORD pelo que visa a melhoria na qualidade de todos os serviços prestados; 
  • Estes contadores possibilitam o registo de leituras em intervalos de tempo (até 15 minutos) pelo que através do envio automático de leituras é possível que a fatura de eletricidade seja feita sem estimativas – o consumidor paga a energia que consome e sabe com exatidão quanto gastou efetivamente no determinado período de faturação; 
  • Caso o consumidor queira mudar de comercializador de eletricidade, é enviada uma leitura real no momento da mudança ao comercializador novo e ao cessante. Não é necessário comunicar uma leitura ao ORD durante o período de mudança, pelo que a mesma é feita de forma correta; 
  • Como passa a existir o acesso e registo de informação em pequenos intervalos de tempo, é possível o tratamento de dados de consumo e informação pormenorizada sobre o seu perfil de consumo, ajudando assim na tomada de decisões como por exemplo, na escolha do seu tarifário e ciclo horário, bem como avaliar que equipamentos consomem mais energia; 
  • Sendo que é possível o acesso remoto, outra das vantagens é que não sendo necessário ir ao local, é possível para efetuar um conjunto alargado de operações tais como:
    • Alteração de potência contratada;
    • Parametrização de ciclos tarifários;
    • Alteração de titularidade com leitura real e sem necessidade de agendamento;
    • Informações sobre o equipamento;
    • E, interrupção e religação automáticas de serviço. 

Como posso ter um contador inteligente em minha casa e quanto me vai custar? 

Os contadores inteligentes são instalados por critérios geográficos acordados pelo ORD com a ERSE. Existindo também um número limitado de contadores à disposição dos comercializadores para instalação nos seus clientes. 

  1. Os consumidores terão de aguardar a recepção de um aviso da sua instalação por parte da EDP Distribuição;
  2. Após o aviso, o cliente agenda a substituição do contador;
  3. O técnico retira a última leitura do antigo contador e instala o novo contador;
  4. O cliente recebe uma comunicação quando o contador começar a operar em telecontagem.

A instalação do novo contador não terá qualquer custo para o consumidor dado que é propriedade e responsabilidade do ORD. Relativamente a esta situação, o consumidor continuará a pagar o mesmo preço de potência contratada acordada com o comercializador de eletricidade.

 

Aos consumidores que ainda não tenham um contador a operar remotamente, aconselhamos a comunicar as suas leituras mensalmente e diretamente ao ORD. 

Porque devo fazer mensalmente a leitura do meu contador? 

Muitas vezes a periocidade com que são efetuadas as leituras não coincide com os períodos de faturação e a fatura de energia é baseada numa estimativa até existir uma leitura real do contador, ou até que esta seja providenciada pelo cliente. 

A fatura de “acerto” de consumos, que contêm por fim a leitura real, é muitas vezes elevada ou desajustada ao consumo desse mês. 

Comunicação de leituras

Para comunicar a leitura de eletricidade ao Operador de Rede de Distribuição, no caso da EDP Distribuição pode:

Comunicar diretamente no site da EDP Distribuição para comunicação de leituras

Aceder à App EDP Distribuição disponível para smartphones Android ou iOS

Ligar para o 800 507 507 chamada grátis e disponível 24h

Na impossibilidade de comunicação de leituras ou na existência de problemas relativamente a determinadas situações, tais como acertos de faturação, é importante salientar que os comercializadores são obrigados, nestas situações, a disponibilizar aos seus clientes planos de pagamento.