Partilhar

Certificação Energética

A certificação energética de edifícios permite disponibilizar ao consumidor informação sobre o desempenho energético dos edifícios, que inclui a redução de custos com a utilização de energia, a melhoria do conforto térmico e o acesso a financiamento e benefícios fiscais.

 

O que é o certificado energético e para que serve?

O certificado energético resulta de um decreto-lei n.º 118/2013 de 20 de agosto, e deve ser sempre apresentado no caso de venda ou arrendamento de um imóvel. Desta forma, qualquer pessoa que pretenda comprar ou arrendar tem assim uma ferramenta adicional de decisão, tendo por base a eficiência energética.

O CE, na primeira página, indica a classe energética (à semelhança do que acontece com os eletrodomésticos) num escala de A+ a F e apresenta qual o desempenho para o aquecimento ambiente, arrefecimento ambiente e águas quentes sanitárias. Contém também um indicador com a percentagem de energias renováveis que cobre o consumo de energia do imóvel.

Além desta informação sobre o desempenho energético geral , o CE contém ainda de forma detalhada dados relevantes sobre as paredes, pavimentos, coberturas, janelas e equipamentos instalados, indicando a sua contribuição para o consumo de energia.

Finalmente, mas não menos relevante, o CE contém um conjunto de medidas de melhoria recomendadas pelo PQ, que podem ser consultadas pelos proprietários e contém informação sobre o valor aproximado de investimento para as executar, bem como a poupança gerada com a sua implementação.

Consumo de energia em casa

O consumo de energia depende do isolamento das fachadas e cobertura, dos sistemas de aquecimento e arrefecimento, do sistema de produção de águas quentes sanitárias e dos equipamentos.

Certificação Energética

O certificado energético ajudá-o a tornar a sua casa mais eficiente e o seu custo tem uma componente relativa aos honorários do Perito Qualificado (PQ) e uma segunda componente relativa ao valor de registo.

Poupança

As medidas de melhoria propostas no certificado energético ajudam-no a reduzir a sua fatura de energia e a melhorar as condições de conforto térmico da sua casa.

Informação importante no certificado energético

O certificado energético contém um conjunto de recomendações que melhoraram o desempenho energético da sua casa. Estas são propostas pelo perito qualificado:

  1. A aplicação de isolamento térmico ou a existência de soluções termicamente eficientes é hoje em dia fundamental para o bom desempenho das habitações. Se possui uma moradia ou vive no último andar de um edifício, a aplicação de isolamento na cobertura é fundamental para reduzir o seu consumo de energia.
  2. Instale janelas eficientes, substitua as janelas antigas por janelas eficientes e reduza em 50% o consumo de energia associado a estes elementos.
  3. Os coletores solares térmicos asseguram o fornecimento de água quente sanitária em grande parte do ano, até 70% das suas necessidades. Por exemplo, um sistema termosifão com 4 m2, consegue aquecer diariamente 190 Lts de água, assegurando assim água para 5 banhos.
  4. A climatização representa 21% da energia consumida numa habitação. Opte por equipamentos eficientes, consulte a etiqueta energética.
  5. Instale sistemas de monitorização de energia. Ao visualizar a energia que está a consumir, consegue poupar até 4% com medidas comportamentais, como desligar equipamentos em stand-by e desligar as luzes em compartimentos que não estão a ser ocupados.
Como ler o Certificado Energético
  1. Fotografia do imóvel
  2. Morada e identificação do imóvel
  3. Indicadores parciais de consumos para aquecimento ambiente
  4. Indicadores parciais de consumos para arrefecimento ambiente
  5. Indicadores parciais de consumos para produção de água quente sanitária
  6. Classe energético do imóvel
  7. Contributo de energia renovável nos consumos do imóvel
  8. Emissões de CO2 anuais