Partilhar

Frigorífico

Os frigoríficos e combinados são dos eletrodomésticos que maior consumo de energia elétrica representam nas habitações.

Como reduzir o seu consumo associado à refrigeração do seu frigorífico?

Embora não tenha uma potência elevada (200 W), este equipamento tem um consumo considerável uma vez que se encontra ligado permanentemente (apenas é desligado para limpeza ou em períodos de ausência prolongada). Deste modo, numa base anual, o seu consumo é superior ao de equipamentos de elevada potência e de utilização pontual, como um secador (2000 W).

Assim, no momento da escolha deste eletrodoméstico, deve ter cuidados acrescidos.

Frigorífico antigo

Um frigorífico combinado antigo classe D, devido à sua baixa eficiência, apresenta um consumo anual de 476 kWh, representando um custo anual de 89€.

Frigorífico A+++

Um frigorífico com características semelhantes de classe A+++, representa um investimento a partir dos 500€ e um custo anual de 19€.

Poupança

Ao substituir o seu frigorífico antigo por um classe A+++ poderá obter reduções anuais nos custos energéticos na ordem dos 70€.

Outras dicas
  1. Não compre um equipamento com mais capacidade do que necessita.
  2. Coloque o frigorífico ou o congelador num local fresco e ventilado, afastado de possíveis fontes de calor: radiação solar, forno, etc.
  3. Descongele antes que a camada de gelo atinga os 3 mm de espessura. Com isto, poderá conseguir poupanças até 30%.
  4. Certifique-se que as borrachas das portas estão em boas condições e fecham bem, de modo a evitar perdas de frio.
  5. Nunca coloque alimentos quentes no frigorífico. Se os deixar arrefecer no exterior, poupa energia.
  6. Quando retirar um alimento do congelador, para ser consumido no dia seguinte, descongele-o no frigorífico em vez de o colocar no exterior. Deste modo, terá ganhos gratuitos de frio.
  7. Abra a porta o menos possível e feche-a rapidamente. Evitará um gasto inútil de energia.
Etiqueta Energética

Os frigoríficos com etiqueta com 7 classes de eficiência energética correspondem a equipamentos da tecnologia mais difundida, normalmente mais eficiente energeticamente e em que o frio é produzido por ação de um compressor movido por um motor elétrico. A etiqueta energética com 10 classes de eficiência é utilizada em equipamentos de refrigeração por absorção.

Como ler a etiqueta energética:

  1. Nome do fornecedor ou marca comercial e modelo do aparelho;
  2. Classe de eficiência energética;
  3. Consumo de energia anual, em kWh;
  4. Soma dos volumes úteis em todos os compartimentos sem estrelas (temperatura de funcionamento superior a -6ºC);
  5. Soma dos volumes úteis em todos os compartimentos de armazenagem de alimentos congelados (temperatura de funcionamento inferior a -6ºC) – o número de estrelas corresponde ao maior compartimento de congelação que, caso este não exista, estará indicado “-L” e o campo destinado às estrelas estará vazio;
  6. Emissão de ruído, em dB.
  1. Nome do fornecedor ou marca comercial e modelo do aparelho;
  2. Classe de eficiência energética;
  3. Consumo de energia anual, em kWh;
  4. Soma dos volumes úteis em todos os compartimentos sem estrelas (temperatura de funcionamento superior a -6ºC);
  5. Soma dos volumes úteis em todos os compartimentos de armazenagem de alimentos congelados (temperatura de funcionamento inferior a -6ºC) – o número de estrelas corresponde ao maior compartimento de congelação que, caso este não exista, estará indicado “-L” e o campo destinado às estrelas estará vazio;
  6. Emissão de ruído, em dB.