Partilhar

Solar térmico

A produção de água quente sanitária (AQS) é o segundo maior fator de consumo de energia em casa, representando 24% do consumo energético total.

Como reduzir o seu consumo associado à produção de AQS?

A instalação de um sistema energia solar térmica pode suprir até 70% das necessidades de água quente. Este sistema converte a energia solar em calor útil, através da instalação de um coletor solar térmico colocado no exterior do edifício, no qual circula um fluido de transferência térmica. Uma rede de tubagem permite o escoamento deste fluido entre o coletor e o depósito de acumulação e o aquecimento da água nele contida. O depósito permite a utilização da água quente nos períodos em que as necessidades não coincidem com a disponibilidade do recurso, como por exemplo, à noite.

A principal aplicação destes sistemas consiste na produção de água quente sanitária. No entanto, estes sistemas são um interessante complemento para pré-aquecimento de água para os sistemas de piso radiante e de máquinas de lavar loiça/roupa (quando estas o permitem). Deve ter em consideração que os sistemas de energia solar térmica necessitam do apoio de sistemas convencionais para produção de água quente .

Necessidades de AQS

A produção de água quente numa casa de uma família de 4 pessoas representa um custo anual médio de 600€ em gás natural.

Solar Térmico

A instalação deste sistema tem um custo de médio de 2500€ e permite reduzir as necessidades de energia para AQS em 50% a 70%.

Poupança

Esta medida representa uma poupança média anual de 350€ em gás natural, o que permite uma amortização do investimento em 7 a 8 anos.

Outras dicas
  1. Os sistemas com acumulação de água quente são mais eficientes do que os sistemas de produção instantânea e sem acumulação;
  2. É muito importante que os acumuladores e as tubagens de distribuição de água quente estejam bem isolados;
  3. Os reguladores de temperatura com termostato, principalmente no duche, podem poupar entre 4% a 6% de energia;
  4. Uma temperatura entre os 30ºC e os 35ºC é suficiente para transmitir uma sensação de conforto na higiene pessoal.
Etiqueta Energética

Para os aquecedores de água (Regulamento Delegado (UE) N.º 812/2013) são apresentadas três etiquetas, uma para classificar os aquecedores de água tradicionais, como por exemplo os esquentadores e termoacumuladores, uma segunda para bombas de calor, e a terceira para os aquecedores de água solares térmicos – sistema termossifão que tenha integrado no depósito de acumulação uma resistência elétrica.

Tal como para os aquecedores de ambiente, foi definida uma etiqueta do sistema para classificar a eficiência energética de uma solução de preparação de água quente constituída por um aquecedor convencional e um sistema solar térmico. Ao recorrer a um sistema solar térmico é possível produzir energia térmica para aquecimento de água, o que permite reduzir significativamente o consumo energético de recursos convencionais (por exemplo gás, eletricidade).

Como ler a etiqueta energética:

  1. Nome Nome do fornecedor ou marca comercial
  2. Modelo do fornecedor
  3. Função de aquecimento ambiente
  4. Classe de eficiência energética do sistema de aquecimento
  5. Classe de eficiência energética sazonal do aquecedor tradicional
  6. Indicação de que o sistema inclui um dispositivo solar
  7. Indicação de que o sistema inclui um reservatório de água quente
  8. Indicação de que o sistema inclui um controlador de temperatura
  9. Indicação de que o sistema inclui um aquecedor complementar
  1. Nome Nome do fornecedor ou marca comercial
  2. Modelo do fornecedor
  3. Função de aquecimento ambiente
  4. Classe de eficiência energética do sistema de aquecimento
  5. Classe de eficiência energética sazonal do aquecedor tradicional
  6. Indicação de que o sistema inclui um dispositivo solar
  7. Indicação de que o sistema inclui um reservatório de água quente
  8. Indicação de que o sistema inclui um controlador de temperatura
  9. Indicação de que o sistema inclui um aquecedor complementar